Carolina Gabardo Belo

Amiga sem nenhuma noção

by CarolGB

Tribuna | 11 de novembro de 2015 | Foto: Brunno Covello/SMCS

Nesses dias em que a proposta de que todos os bancos dos ônibus se tornem preferenciais virou assunto na cidade toda, publico a colaboração do leitor Otacilio Vieira Custer. Será que não faltaria apenas só um pouquinho de respeito e educação? O que, no caso, também falta pra “amiga”:

“Isso eu presenciei na linha São Braz que faz ponto na Praça Tiradentes. O ônibus não estava muito cheio, mas todos os bancos estavam ocupados. O motorista já estava pronto para dar inicio à viagem. Nisso apareceu um homem e uma mulher grávida e os dois com um monte de pacotes querendo adentrar ao ônibus.

O marido disse: ‘Vamos esperar o próximo.’ E a esposa grávida respondeu: ‘Amorzinho vamos nesse mesmo. Eu sento e seguro os pacotes.’ Mas como? Se os bancos estavam todos ocupados? O fato é que eles entraram e ninguém cedeu o banco. Todos tinham escutado o que ela tinha falado.

No outro dia, no mesmo horário, a mesma grávida. Dessa vez ela estava junto com uma amiga. Elas entraram e sentaram  em um banco na frente do banco que eu estava sentado.

- Sabe, Fulana, ontem eu entrei no ônibus nesse mesmo horário e ninguém me deu o banco.

A amiga, sem saber dos detalhes respondeu:

- Eu acho engraçado vocês que estão de barriga. Entram no ônibus sempre na esperança que tenha um trouxa para dar o lugar. Se eu estivesse no ônibus eu também não te dava.

- Ai amiga…!!!– Respondeu a grávida espantada.

- Mas é verdade.

E se encerrou o papo. Ficaram um pouco em silêncio e depois começaram a conversar sobre outro assunto.”

Leitura de busão: São Miguel Arcanjo – A Batalha Final. Autor: Sérgio Roberto de Farias (Religião/Cristianismo)

Posted in Papo de Busão |

Comments are closed.