Tribuna | 12 de novembro de 2014 | Foto: Ciciro Back

Mais de 529 mil curitibanos estão endividados e quase 140 mil estão com as contas atrasadas. A boa notícia é que, além da queda nos números durante os últimos meses, as empresas estão dispostas a renegociar as dívidas e esta época do ano é quando mais se concretizam acordos.

O consumidor que quer se livrar das pendências tem até a próxima sexta-feira para participar do “Feirão Limpa Nome”, realizado na internet pelo Serasa Experian, com ofertas especiais no negócio junto a 42 empresas. Além disso, a negociação continua durante todo o ano na instituição e também é intermediada por entidades como a Associação Comercial do Paraná (ACP).

O recebimento do 13.º salário, restituição do Imposto de Renda e férias dão mais disposição para os consumidores entrarem na negociação e começarem o ano sem grandes pendências. “É neste momento em que as empresas, sabendo que os consumidores estão mais dispostos a fazer negócio e pagar as dívidas, flexibilizam a negociação, oferecem condições diferenciadas, com mais descontos e ampliando os parcelamentos”, afirma o gerente de recuperação de crédito do Serasa Experian, Raphael Salmi.

No feirão organizado pela entidade, as negociações tendem a ser ainda mais vantajosas e toda a negociação acontece pela internet. “Tem o diferencial das empresas com condições diferentes e assim restabelece o relacionamento com o consumidor, dando mais uma chance e a possibilidade de voltar a usar seus produtos”, diz Salmi.

A Associação Comercial do Paraná (ACP) faz a intermediação junto a pelo menos 200 empresas e presta orientações sobre a negociação a mil pessoas por dia, em média. Durante o atendimento, o consumidor recebe um extrato com o valor da dívida, porém sem correção, junto com informações sobre como proceder para acertar o débito. “O ideal é fazer a sua proposta, dizer o que precisa fazer para acertar a dívida. É uma questão de entendimento”, orienta a gerente de serviços da ACP, Simone Scuissatto.

 

Quase sempre um bom negócio
Se livrar de uma dívida é sempre vantajoso. Especialistas destacam que o status de devedor traz diversas desvantagens, principalmente em situações de emergência, quando é preciso de recursos, mas o crédito está bloqueado.

“Se o consumidor está negativado, as movimentações no mercado ficam travadas. Pode parecer um bom negócio, mas se for esperar uma eventual ação do credor, o consumidor perde parte de sua vida”, avalia Raphael Salmi.

De acordo com ele, isso vale também para quem espera a dívida “caducar”, pois mesmo que a pendência seja retirada da base de dados dos serviços de proteção ao crédito após cinco anos, a restrição permanece na empresa.

Não tem milagre
As fraudes em renegociações acontecem com intermediários que cobram pelo serviço. “Não existe milagre, essa é a premissa básica”, alerta a diretora do Procon-PR, Claudia Silvano. A orientação para fugir de arapucas é procurar por entidades renomadas e, em caso de dúvida, pesquisar junto ao Procon.

 

http://www.parana-online.com.br/editoria/economia/news/841492/?noticia=FEIRAO+LIMPA+NOME+VAI+AJUDAR+CONTRIBUINTE+A+QUITAR+DEBITOS